Dimensionamento de Ventiladores

Vamos entender um pouco mais sobre ventiladores e como dimensioná-los.

Para  dimensionar um modelo temos que ter em mãos algumas informações necessárias que facilitarão nossa pesquisa:

– Aplicação: evaporador, condensador, etc;

– Tensão: monofásico ou trifásico;

– Perda de carga;

– Temperatura de trabalho;

– Vazão no ponto de operação;

– Nível de Ruído;

– Distância;

Com estas informações  podemos prosseguir com a melhor

seleção cada tipo de equipamento.

 

Pressão Estática

Podemos entender pressão estática como uma resistência a passagem do ar por determinados espaço como filtros, dutos, aletados etc. Segue abaixo alguns exemplos de acessórios que exercem essa perda de carga quando aplicada na ventilação.

Untitled1

 

Aplicações mais freqüentes.

– Evaporador: Quando o ventilador é aplicado em evaporadores é preciso levar em consideração que a pressão inicial do aletado sofre alteração conforme o funcionamento do sistema, pois há formação de gelo nas paredes das aletas acaba obstruindo a passagem de ar por esse motivo não podemos selecionar ventiladores tendo como base o ponto Maximo da curava Característica de vazão versos Pressão temos que permanecer o mais próximo possível dos pontos 1 e 2 .

 

– Condensador: Quando o ventilador é aplicado em condensadores temos que saber a pressão e podemos dimensionar o ventilador utilizando toda a sua curva característica de resistência, pois esse tipo de equipamento permanece sempre com a mesma pressão.

Suponhamos que o evaporador limpo possua uma pressão de 100 Pa com vazão de 8500 m³/h conforme curva abaixo . Ao aplicarmos este item em um evaporador o aumento da pressão causada pela formação de gelo nas aletas será compensado pela folga deixada entre a pressão inicial e a pressão final com a formação de gelo.

Untitled2

asn_bruno

 

.